sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O bom pastor velhinho

 
Dedicado ao Rev. Vicente Alonso, meu pastor,
homem segundo o coração de Nosso Senhor.
 
"...Não temas; de agora em diante serás pescador de homens."
(Lucas 5:10)
 
Eu me vou para a glória
com os pés machucados,
as mãos calejadas,

braços doloridos;
já nas encantadas
colinas de Sião vou correr,
no rio da vida vou remar,
e, feliz, o Senhor abraçar.

Eu me vou para a glória
e já não m'importa a dor
que calei e suportei.
Vou lá entregar meu cajado;
vou lá viver para ser amado
com a intensidade que odiado
e diariamente apedrejado fui.
No céu, eu morarei.

Eu me vou para glória!
Vou ouvir aquele coral
cantar o hino celestial
que no primeiro Natal
doze pobres pastores,
como eu, por cantores
tiveram anjos tenores.

Quem sabe um chapéu
eu ganhe no final da lida?
Bem t'digo que essa vida
minha não merece coroa,
nem jóia ou pedraria boa.
Aqui e lá abomino o eu.

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Hagia Sophia


 
"Sapientia foris praedicat, in plateis dat vocem suam."
(Vulgata, Provérbios 1:20)
 
Os meus olhos vêem através dos teus
e as minhas palavras às tuas se unem
quando unidos arrancamos de Zeus
uns poucos fachos do imortal lúmen.

Quando por esta minha alma verás
que é um espelho o espírito humano?
Entenderás que é Deus quem nos faz
abrir os olhos rasgando o véu, pano?


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Abscôndito

"O anônimo tem possibilidades infinitas de ação..."
(Carlos Drummond de Andrade) 
 
E meu nome, quem dele se lembrará?
Onde estiver o chumbo e o mármore,
onde Jó quisera escrever sua história,
eu não estarei e nem serei encontrado.
 
Minha vida será à Terra livro cerrado,
e minha luta presa àquela memória
que não demanda morte de árvore,
té que alguém pergunte: quem será?

domingo, 20 de janeiro de 2013

-- Sem título II --

"Jeremias lamenta a destruição de Jerusalém" - Rembrandt
 
"...mas Ele manda estar alerta:
do exílio voltarei!"
(hino "Anelos do Céu")

Todo homem de pensamento
é solitário, um rei do lamento,
um rico no alto conhecimento,
mas pobre de reconhecimento.

É ele o bom governador ideal,
mas diante da ilusão eleitoral
só prospera a mentira e o mal;
afinal, quem desejaria o "irreal"?

À merda com todos os loucos
que de tolos titulam os poucos
que ousam diferir dos porcos
ao olhar para o céu sem focos.

Todo homem de pensamento
deve estar aos tempos atento,
té que, após o arrebatemento,
no Céu receba luz a contento.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Memento

O sangue corre e o mundo esquece.
Desaba a torre e o vigia adormece.
Quem obra correta atenção à vida,
sua alma ereta mantém nesta lida.
De lança na mão, dormir é perder.
É ordem do cristão jamais esquecer.
 
"...o justo estará em memória eterna."
(Salmo 112:6)

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Santa Fome


"E, de manhã, voltando para a cidade, teve fome..."
(Mateus 21:18)
 
Tua fome seja antes vasta
que leve, frugal, modesta
como um só copo de leite
antes da noite da batalha.
Fome decente é a que dói,
é a que o vivo amortalha,
é a que renuncia o azeite
e vai sem firmeza à sesta,
ao sono da fera, da besta.
 
Tua fome seja a do jejum
rigoroso do santo monge,
sem pássaro que de longe
traga carne e pão algum.
 
Tua fome tenha o deserto
como mesa de banquetes,
o vácuo seja cálice incerto
dessas sedes inquietantes,
que aprofundam as lutas
e o luto dos que navegam
sem norte nas tormentas,
e mesmo assim rabiscam
o mapa do Novo Mundo.