sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O bom pastor velhinho

 
Dedicado ao Rev. Vicente Alonso, meu pastor,
homem segundo o coração de Nosso Senhor.
 
"...Não temas; de agora em diante serás pescador de homens."
(Lucas 5:10)
 
Eu me vou para a glória
com os pés machucados,
as mãos calejadas,

braços doloridos;
já nas encantadas
colinas de Sião vou correr,
no rio da vida vou remar,
e, feliz, o Senhor abraçar.

Eu me vou para a glória
e já não m'importa a dor
que calei e suportei.
Vou lá entregar meu cajado;
vou lá viver para ser amado
com a intensidade que odiado
e diariamente apedrejado fui.
No céu, eu morarei.

Eu me vou para glória!
Vou ouvir aquele coral
cantar o hino celestial
que no primeiro Natal
doze pobres pastores,
como eu, por cantores
tiveram anjos tenores.

Quem sabe um chapéu
eu ganhe no final da lida?
Bem t'digo que essa vida
minha não merece coroa,
nem jóia ou pedraria boa.
Aqui e lá abomino o eu.

Nenhum comentário: