segunda-feira, 13 de maio de 2013

Sinos que tiniam

O "Tsar Kolokol". Russo, com 222 t, é o maior sino do
mundo. Infelizmente, nunca foi repicado ou dobrado.
 
Aos sinos da minha infância.
Quando os sinos repicavam,
o mundo ainda era humano
mesmo que a veste era pano
e luxos eram pias singelezas.

Quando os sinos repicavam,
os homens sabiam que o céu
se abriria à vida como o véu
da noiva no altar se levanta.

Quando os sinos repicavam,
o rebanho corria ao aprisco
e o espírito tal qual obelisco
arrebatava nos ares o maná.

Quando os sinos repicavam,
éramos povo e não a massa
mal sovada na mão devassa
de uma prostituta qualquer.

Nenhum comentário: