sábado, 13 de julho de 2013

-- Sem título IV --

 
"Porquanto debalde veio, e em trevas se vai, e de trevas se cobre o seu nome."
(Eclesiastes 6:4)

 
A sombra é aqui reflexo da escuridão,
da escuridão desbotadora do tempo,
anuviadora dos mil sóis, do lampião
de fogo pálido que consome a razão

No mais apressado passo da preguiça,
no compasso que com cicuta encurta
o volvedor galope à mais vetusta liça
e impede o luzido balançar da justiça.