quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Esquecimento


Talvez uma muralha,
uma torre e um forte
fossem assim suficientes
para aplacar a morte
rasgando a mortalha.
 
Um dia alguém diria
que os heróicos feitos
nas mentes delinquentes
foram só os proveitos
do mal e da ninharia.


Talvez folhas e livros
fossem lá nos guardar
destas letras maldizentes
entre o pó do espaldar
do futuro com crivos. 

Nenhum comentário: