quarta-feira, 6 de novembro de 2013

O sabor do saber

Sócrates bebe a cicuta...

Doce razão que saciou
Platão com forte prato
de verdade e justo ato
quando ele alimentou
a si próprio com a real
condição da lei natural.

Temperada sabedoria
que suavizou o amargo
fel da cicuta que o largo
gole do réu fez alegoria
daquela maior salvação
pela socrática redenção.

Nenhum comentário: