domingo, 29 de dezembro de 2013

Redenção

Há uma invicta justiça na história,
que é de Deus a mais pura glória:
a balança do amor s’vai pendendo
e o pater Adão em pó absorvendo,
até que o tempo absolva o pecado.

Hodie, non cras

Não há sentido em se dizer adeus.
Tudo vai conforme quer Deus.
Então, o olá da apresentação
nada muda no Maior coração.

A apresentação que é o parto
do tempo que nos segue lento
e a despedida que é o embrião
do além, duma despida oração.

Chegará suave o tal momento
de ser pó de pé, e o lamento
por ser pó na terra deitado.

Exílio em Sião


O mundo, bem o sei, não é do justo.
O mundo é do velhaco, do astuto;
é o motivo do arrepio e do susto
do eremita que no alto se exila.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Idílio local

Apelo ao silêncio do dia nascente
e à casta luz fria do luar q’acalma
a mente. Apelo à vida destemida,
à alma firme, austera e aguerrida
que me quis dar Ele com a calma
de um dia tranquilo e sorridente.