quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Anderes Ich


Há no íntimo de todo homem
um punhado do sal da loucura.
Algo que nega a plena alvura
das idéias que já não somem. 

Há entre ti e o teu eu o cinza
das nuvens que queres secar,
substituir pelo ímpio colorido
do teofânico comprimido. 

Vai ao espelho. Vai interpretar
Hamlet e São João, o louco,
o santo, qualquer esgoelar 
livre e silêncio de calabouço. 

Nenhum comentário: