terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Romanza [letra de música]


Que tal um pulo de mil jardas
Sobre o abismo dos teus medos?
Se é a luz azul que aguardas,
Pega as nuvens entre os dedos.

Se o sol enegrecer pela manhã,
Ainda me desejarás bom dia?
E se a lua sucumbir à porfia,
Terei à noite o beijo da castelã?  

Toca, guitarra dos ciganos!
Consola meu coração arcano,
Enquanto lavam-se os panos
Rotos pelo vinho asturiano. (bis)

Nenhum comentário: