sábado, 9 de janeiro de 2016

Baba Yetu [oratório]

Das savanas e taigas, Pai Nosso.
Pai Nosso, dos serrados e tundras.
Dos desertos e florestas, Pai Nosso.
Pai Nosso, das estepes e restingas.

Todos os povos, tribos, línguas e nações cantam: Baba yetu!
Canta de madrugada o zulu: Qui es in caelis.
Sanctificetur nomen tuum, o sírio canta na alvorada.
Canta pela manhã o francês: Adveniat regnum tuum.
Fiat voluntas tua, sicut in caelo, et in terra, o alemão canta ao meio-dia.
Canta à tarde o italiano: Panem nostrum cotidianum da nobis hodie.
Et dimitte nobis debita nostra, sicut et nos dimittimus debitoribus nostris, o vietnamita canta no ocaso.
Canta de noite o tonganês: Et ne nos inducas in tentationem.
Sed libera nos a malo, o aborígene canta à meia-noite.
Cantam todas as nações, línguas, tribos e povos: Amina!

Das pradarias e caatingas, Pai Nosso.
Pai Nosso, dos pântanos e charnecas.
Dos campos e jundus, Pai Nosso.
Pai Nosso, das selvas e friganas.

Nenhum comentário: