domingo, 3 de janeiro de 2016

Cantilena shakesperiana

O mundo é esta cena desgraçada,
Onde todos atuam enciumados
Dos papéis dos outros.
Os textos digitam os loucos
E jogam-nos aos tufões
Para que espalhados
Caiam sobre as testas
Dos bebês que nascem.

Os astros não mandam em nada
E os destinos são afinal alados
Como tenores sinistros
Que cantam paz aos turcos.
Todos são tolos azarões,
Bastardos irmanados
Pelas taças das festas
Dos velhos que morrem. 

Nenhum comentário: