sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

Hierarchia secundum Martinum Lutherum

(31 Octobris 1517)

Na capelinha de madeira
O sininho solitário badalava.
Na capelinha pequenina
As ovelhas se aninhavam.
O sininho badalava, badalava
E do altar de madeira lisa
Cantava-se: Adoro te devote!

Na igrejinha de pedra
O sino mediano badalava.
Na igrejinha do vilarejo
As ovelhas se aninhavam.
O sino badalava, badalava
E do altar de pedra lavrada
Cantava-se: Veni, creator Spiritus!

Na igreja de alvenaria
Três sinos badalavam.
Na igreja-matriz da cidade
As ovelhas se aninhavam.
Os sinos badalavam, badalavam
E do altar de mogno dourado
Cantava-se: Tantum ergo!

Na catedral de basalto
Os vinte sinos dobravam.
Na catedral do bispado
As ovelhas se aninhavam.
Os vinte sinos dobravam, dobravam
E do altar de mármore esculpido
Cantava-se: Kyrie Eleison!

Na basílica de granito
Os carrilhões dobravam.
Na grande basílica-menor
As ovelhas se aninhavam.
Os carrilhões dobravam, dobravam
E do altar de pedras cravejado
Cantava-se: Domine, non sum dignus!

Na basílica petrina
Os sinos badalavam e dobravam.
Na suma basílica romana
As ovelhas se aninhavam.
Os sinos badalavam e dobravam,
Badalavam e dobravam
E do altar de ouro puro
Cantava-se: Mea culpa!

Nenhum comentário: