domingo, 10 de abril de 2016

Além [letra de música]

Ave peregrina
Que singrar
Quer o mar,
Luzida alma
Que quieta
Quer amar.
Canta no arrebol
Sobre o farol,
Sobre a luz
Da terra
Que ilumina
O mar.
Tua asa é fraca:
Não poderás voar
Sobre o oceano
Que quiseras
Conhecer.
Vais imaginar
O que vai além,
O que Ele plantou
Em Jerusalém.
Há uma profecia
Que anuncia
Que um pardal
A pena da águia
Teria afinal.
Será que és
A ave ancestral?
Será que então
Voarás ao eternal?
É o teu ninho
O mundo pequenino.
É o teu cantar
O hino não mesquinho.
Como és peregrina
Se não vais além
Da praça central?
Se és frágil
Como este alguém? 

Nenhum comentário: